As maiores objeções no Marketing de Rede.

As maiores objeções no Marketing de Rede.

Marketing-de-Rede-objeçõesEntre as principais habilidades obrigatoriamente inerentes à quem deseja ter sucesso no Marketing de rede, está a habilidade de lidar com as rejeições. Ser rejeitado é um dos maiores medos do ser humano e esse medo pode estar disfarçado de diversas maneiras. Por exemplo, pesquisas apontam que o segundo maior medo da humanidade é o medo de falar em público, que perde apenas para o medo da morte. Mas o que é o medo de falar em público, senão apenas o medo de ser rejeitado pelo que se vai falar ou como se vai falar? Lidar de maneira correta com a rejeição é verdadeiramente uma arte e cabe-nos ser artistas estudiosos e praticantes.

Prepare-se para as objeções

Abaixo, cito objeções ao Marketing de rede que considero as principais e em seguida aponto o que você deve ter em mente ao argumentar sobre elas. Mas, antes de qualquer coisa, é preciso que você assuma uma postura amistosa diante do seu interlocutor. Ouça-o, ponha-se no lugar dele e, se possível, concorde sempre com ele, mostrando-lhe que tais pensamentos um dia também permearam a sua mente até que, tempos depois, humildemente, você descobriu que estava completamente errado. A partir de então, conduza-o pela informação correta. Tenha em mente que durante a sua explicação ele irá interrompê-lo várias vezes e não reaja com hostilidade. Responda sempre de acordo com ele, com frases do tipo: “você está certíssimo, na altura eu também pensei assim, até que…, ou responda com uma pergunta….”.

Isto é uma pirâmide

A principal diferença entre a pirâmide e Marketing de Rede é que a pirâmide é ilegal, visto que o Marketing de rede está no mercado desde 1931, se fosse ilegal já teria fechado suas portas. A pirâmide costuma envolver apenas dinheiro enquanto que o Marketing de rede envolve a comercialização de produtos.

Mas muitas pessoas irão perguntar-lhe isso simplesmente para @ derrubar, pois na verdade elas nem sabem a diferença. Quando isso acontecer, muito provavelmente, a resposta acima não irá adiantar, nesse caso você deve usar de um “ar superior”. Por exemplo, poderá dizer: “Você está a falar  sério? Tem certeza que quer construir um negócio próprio, livre de patrão, a partir de sua casa?

Quanto é que você já ganhou com esse negócio de Marketing de Rede?

Esta é uma pergunta bastante comum, pois todos nós sabemos que a maioria dos convites que realizamos é na parte inicial do negócio, onde precisamos de mais prospectos e onde também não temos nenhum resultado para mostrar. Por isso pode responder do seguinte modo: “Olha no primeiro mês do negócio aprendemos como conseguir contactos, temos uma formação específica de como iniciar o nosso negócio, não nos focamos em ganhar dinheiro nesses primeiros meses. Pois foi comprovado que muitos que vão com muita sede ao pote, acabam por começar de forma errada e não consegue ter sucesso no Marketing de Rede, mas você me deixou curioso: Está realmente aberto a uma oportunidade de ganhar dinheiro extra”?

Eu não tenho tempo!

Geralmente alguém que faz essa objeção, é aquela pessoa que trabalha imenso para honrar os seus compromissos no final do mês, por isso a sua resposta deve tocar a sua ferida. Diga algo do tipo: Eu descobri e imagino que irá concordar comigo, que as pessoas nunca terão mais tempo se não se organizarem de maneira a ganhar mais dinheiro de uma maneira mais fácil. Você está aberto a resolver esse problema do tempo ou é algo que pretende nunca resolver?

Eu não tenho dinheiro!

Geralmente podemos começar com uma empresa de Marketing de Rede hoje em dia com um investimento que varia de cem a cinco mil euros. Por isso poderá dizer: “Estamos a falar aqui de uma oportunidade que lhe irá proporcionar a nunca mais usar essa frase – eu não tenho dinheiro – estamos a falar dum investimento único, a menos que você queira passar o resto de sua vida a trabalhar para os outros, não se pode dar ao luxo de não entrar neste negócio. Pois estamos a falar duma oportunidade onde poderá ter mais dinheiro do que consegue gastar e ter mais tempo para gasta-lo. Será que você conseguirá isso trabalhando para os outros?

 

Você quer ganhar dinheiro as minhas custas?

Esta é uma objeção que na maioria das vezes não é expressa verbalmente, mas há um sentimento que paira no ar a esse respeito. Antes de tomar qualquer medida ou reação diante desta objeção, é preciso que você esteja resolvido consigo próprio neste quesito. É preciso que saiba que não está ali para fazer alguém comprar um kit inicial e ganhar uns trocos com isso, mas sim para firmar uma parceria, à qual irá dedicar todos os seus esforços para que dê certo (“dar certo” implica que conseguiu fazer o seu downline ganhar dinheiro com Marketing de rede). A verdade é o seguinte: o lucro que um patrocinador vai ter sobre um iniciante é insignificante diante dos esforços despendidos na obtenção do sucesso do mesmo. O patrocinador só investe o seu tempo e dinheiro porque espera que o iniciante vingue no negócio e que consiga angariar uma grande organização. Nessa altura o patrocinador ganhará um bom dinheiro, sim, mas também é verdade que o iniciante também já estará a ganhar. Portanto, não faz sentido achar que alguém quer ganhar dinheiro as custas do consumo de um novato, mas sim de alguém que também já está a ganhar dinheiro e que, por isso, já consumiu esforços por parte do patrocinador que justificam a compensação do mesmo. Com este pensamento em mente, sem agir na defensiva ou tentar “explicar-se” quanto a essa objeção, simplesmente faça também pairar no ar que você está ali para ajudar a pessoa a desenvolver o seu negócio e não para ganhar uns trocos dele ou sobre o trabalho dele. Em casos mais extremos, expresse isso verbalmente.

assinatura Pedro Pires maior

Pedro Pires
Do norte… Formação profissional principal é de empregado de mesa, mas a área dos negócios online sempre me despertou bastante atenção e hoje em dia cada vez mais pessoas obtêm uma fonte de rendimento a partir das suas casas. Pretendo com o meu blog, dar a conhecer e informar sobre os projectos de negócio online mais fáceis, simples e lucrativos em que participo. Obrigado pela sua visita.

Comments

comments

Pedro Pires